MAUS TRATOS AOS ANIMAIS


MAUS TRATOS AOS ANIMAIS-qualquer cidadão pode fazer a denuncia: CRMV- Unidade Regional do Sul de Minas Gerais. Delegado Dr. Marden. 35/ 3221-5673. Horário: 8 ao meio dia, 13 até 17 h. E-mail: crmvmg.suldeminas@crmvmg.gov.br

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

O sentido da segunda lei natural



Como vimos  anteriormente, o homem nasce com o direito natural de usar todos os meios possíveis a ao seu alcance, para preservar sua vida, o que ocasiona conflitos. Dessa forma, nessa busca de preservação, passa por cima do direito de seu semelhante, o que faz necessária a criação de leis que regulem esse direito. Surge uma lei natural do homem que é a busca pela paz. Todo homem deve buscar a paz!
Dessa lei que busca pela paz, nasce a segunda que é a renuncia do homem a fazer o que quiser. O homem só deve ir até o ponto que não prejudique seu semelhante, pois parte-se do pressuposto que, se todo homem fizer tudo que lhe é permitido, atingirá o outro e viverá em constante guerra. Então se torna necessária essa segunda lei, que é a renuncia ao poder sobre todas as coisas.  “Nunca faça aos outros, o que não quer para si mesmo” ou “o seu direito termina onde começa o meu”
Dessa forma, o homem cede alguns direitos, transfere outros e quando o semelhante faz o mesmo, a essa troca denomina-se contrato.
Porém existe casos onde o homem cede direitos a outrem por motivos diversos, como para agradar, para obter favores, etc... Nesse caso não se enquadra nessa lei. Necessita que seja uma troca mútua, pois que quando um apenas  cede, fica a desconfiança no outro, como se ele tivesse se entregado como “presa” ao predador.  Isso, certamente, resultará em conflitos e novamente estará em estado de guerra.
Um exemplo de  segurança para o homem é quando se elege um governante, pois além de estabelecer regras de convivência, esse governo fará com que se puna o homem que não agir de acordo com o estabelecido.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência.

EPTV SUL DE MINAS