MAUS TRATOS AOS ANIMAIS


MAUS TRATOS AOS ANIMAIS-qualquer cidadão pode fazer a denuncia: CRMV- Unidade Regional do Sul de Minas Gerais. Delegado Dr. Marden. 35/ 3221-5673. Horário: 8 ao meio dia, 13 até 17 h. E-mail: crmvmg.suldeminas@crmvmg.gov.br

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

†††Corujas e Vento Forte (Amo)


CORUJAS E VENTO FORTE ( AMO )



Amo
Nas folhas o tom do orvalho...
No outono a suave brisa...
Nos Campos, o Vento Forte,
A vida...

Amo
Na chuva o cheiro de terra...
Pássaros num manto verde.
Saciando, junto ao rio,
A sede...

Amo
Na noite, o luar sereno.
Sussurrando às estrelas.
A ansiedade do mar
Em vê-las...

Amo
Pois, de amor me visto.
Para, sob teu olhar, ficar nua...
Na tua pele, o toque...
Ser sua...

Compondo-Me

Hoje acordei assim:
Libidinosamente minha.
Recitei-me, poetei-me
Fiz melhor,
Me compus.
Hoje me olhei no espelho
E me apaixonei.

Pena que as paixões são breves...


Cadela de Raça



Sou fogo

Dou jogo
Cadela de raça!

Me quer

Teu gozo
Cheiro de cachaça!

Decida

Me quer lânguida
Ou lambida?

Devassa

Ou de virgem
Andar e graça?


 

Culpa





Cheguei cansada.
Colhi as flores
Murchas, coitadas,
Descoloridas, empoeiradas,
Pareciam mortas...
Reguei as flores,
Como sangue em carne viva,
Dilaceradas, de pétalas escorridas
No ralo da pia.
Não ressuscitaram.
 



Agora vão me culpar por todas as queimadas da vida.





Coma

Meus olhos estão fechados
Mas sinto você ao lado,
Pensando, rezando, chorando...
Alguém ao lado,
Comigo.

Meu cérebro é que te escuta,
Que acolhe a tua súplica
E não responde, inerte,
No beiral da morte,
No abismo.

Barulhos desencontrados,
Imagens e sonhos, quebrados,
Meros cacos, na inconsciência.
Os dias seguem vibrantes
E eu vegeto.

Meus olhos estão fechados
E ainda me sinto amado,
Ainda me sinto vivo.
Quero acordar,
Te ver!

Meu cérebro a tudo assiste
Mas, meu peito é que resiste
E teima em voltar,
Retomar os planos,
Viver!






Cuidado que a Cuca te pega!!!

Cássia! Acuda!
Mudaram!
Eles não, eu...
Os rostos continuam vermelhos,
Os céus azuis,
Mas os homems maus
Mudaram da água pro vinho.
Os rostos vermelhos
E as mãos sujas,
Nos becos morreram.
Mudaram de casa,
Mas continuam ali,
Suas caras,
Suas almas,
Suas carcaças fedorentas.
Os homens maus
Continuam em mim,
Assustando garotos,
Matando meninas,
De rostos vermelhos
E homens só maus...
Cuidado!
Cuidado com eles...
A Cuca é malvada,
Mas os homens são maus.
Ela vai te pegar,
Mas os homens te matam.
Cuidado com a Cuca
E com os homens de fato!


 



 


Cativo


vejo sonhos
crianças coloridas exalando vida
num corredor de morte
destino sem sorte
de ser espetáculo
um macho, sem ser
um rei sem coroa
e uma história de vida, à toa...
Isso é viver?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência.

EPTV SUL DE MINAS